Sanofi
Sintomas da prisão de ventre

SINTOMAS DA PRISÃO DE VENTRE

Conheça os sintomas mais comuns da prisão de ventre

Cada pessoa tem o seu próprio ritmo de evacuação. Há pessoas que vão três vezes por dia à casa de banho, outras apenas três vezes por semana. Fala-se de prisão de ventre (ou obstipação) quando ocorrem menos de três evacuações por semana ou quando a evacuação é difícil e associada a fezes secas e duras.
Entre os sintomas mais frequentes estão:
• evacuações pouco frequentes (<3x por semana)
• evacuações com mais esforço que o normal
• fezes muito duras em combinação com dor abdominal e gases.
• desconforto, dor abdominal, sensação de abdómen inchado.

A frequência normal de evacuação varia de 3 vezes por dia a 3 vezes por semana. No entanto, é importante observar se existem alterações em em relação à frequência de evacuação que, para si, é considerada normal.
Caso sofra de prisão de ventre devido a infrequência de evacuações e, apesar de manter uma alimentação rica em fibras e hidratar-se convenientemente, continuar a sofrer de prisão de ventre, então pode considerar a utilização, por exemplo, de Dulcolax para o alívio eficaz da prisão de ventre.
Alteração da consistência das fezes – fezes duras e secas também são um sintoma da prisão de ventre.
Quando sofre de prisão de ventre, as fezes permanecem mais tempo que o habitual no interior do intestino e mais água é absorvida, tornando-as secas e duras.
Nesta situação a evacuação pode ser dolorosa, principalmente se tiver de fazer demasiado esforço ou se tiver pequenas fissuras no interior do ânus. O facto de ter de fazer muita força ao evacuar aumenta também o risco de desenvolver hemorróidas.
Caso sofra de fezes duras e secas e manter uma alimentação rica em fibras e hidratar-se convenientemente não for suficiente, então pode considerar a utilização, por exemplo, de Dulcosoft para o alívio suave da prisão de ventre.
Existem fatores importantes para a prisão de ventre e que também influenciam a sua qualidade de vida, aos quais deve prestar atenção:
• Alterações na frequência de evacuação ou sensação de evacuação incompleta;
• Alterações na consistência das fezes - duras, secas, difíceis de expelir;
• Demasiado esforço ou desconforto ao evacuar;
• Dor abdominal, cólicas abdominais, sensação de inchaço, perda de apetite e náuseas.
Se a prisão de ventre for crónica, prolongada ou associada a sintomas persistentes, é aconselhável ir ao médico para fazer um exame mais aprofundado. Se perder peso sem explicação aparente ou perder sangue nas fezes também deverá consultar o seu médico.

Na entrevista sobre prisão de ventre o Dr. Pedro Norton fala sobre a prisão de ventre e os seus sintomas mais frequentes. Caso tenha questões que queira ver esclarecidas também pode visitar a página dulcolax.pt ou entrar em contacto com a redação de alivioprisaodeventre.pt.

Está prestes a sair do website Alivioprisaodeventre. Ao clicar no botão ”Ok” será direcionado para outro website onde os termos e condições podem ser diferentes das do website Alivioprisaodeventre. Deseja continuar?